1. Publicidade Online Impulsiona Vendas e ROI

A NIELSEN levou a cabo mais de 800 estudos ao longo dos últimos 7 anos, em colaboração com mais de 300 marcas e 80 empresas, para medir a correlação entre publicidade online e compras offline por parte dos consumidores.

Concluiu que as marcas conseguem obter um retorno de quase 3 dólares em incremento de vendas por cada dólar investido em publicidade online baseada em informações de consumo.

 

2. Publicidade Online Aumenta A Eficácia Dos Meios Não-Digitais

Um estudo de econometria executado pela BrandScience e pela Microsoft mostra que a publicidade online não só apresenta excelente eficácia no retorno de investimento, como também acelera os outros meios de comunicação e divulgação.

Quando foram comparadas as diferenças de desempenho no ROI entre estudos que incluíam um elemento online e outros sem este elemento, os resultados foram surpreendentes. Utilizando meios digitais no mix de comunicação e divulgação verifica-se um impacto positivo no ROI de todas as campanha, desde a rádio com +51% à televisão com +70%!

 

3. Meios Digitais Têm Impacto Ao Longo Do Processo De Decisão De Compra

O mercado automóvel é sofisticado na utilização de meios digitais. A McKinsey analisou o processo de compra de mais de 9000 compradores de novos automóveis de forma a entender melhor quais os pontos de contacto, durante esse processo, que são mais relevantes para a sua percepção e decisão de aquisição.

Não só descobriram que os meios digitais são fulcrais na percepção das marcas por parte dos consumidores (ultrapassados apenas pela vivência da experiência), como também descobriram que os canais digitais dominam e orientam todo o processo de compra até à aquisição.

Nos meios tradicionais, as marcas estavam limitadas na sua capacidade de influenciar potenciais clientes ao longo do processo de compra e apenas o podiam fazer de forma granular e discreta. O mesmo não acontece com os meios digitais.

 

4. Publicidade Online Quase Tão Eficaz Quanto Boca-a-Boca

De acordo com a Nielsen, 92% dos consumidores consideram que recomendações por parte de familiares e amigos (boca-a-boca) são a melhor forma de publicidade e, neste aspecto, há poucas dúvidas de que a publicidade digital contribui com um enorme impulso neste eficaz canal de persuasão.

Num estudo quantitativo realizado pela ShareThis (Return on a Share, Quantifying the Monetary Value of Social Sharing), concluiu-se que:

  • As recomendações têm mais impacto na decisão de compra do consumidor do que a marca e o preço – 57%
     
  • As partilhas online são quase tão valiosas como recomendações em pessoa – a probabilidade de um consumidor adquirir um produto baseado numa recomendação de uma partilha online é de 9.5% e de 10.6% se for baseado numa recomendação em pessoa. Em contraste, uma recomendação negativa pode reduzir a intenção de compra em 11% se for online e 11.2% em pessoa.
     
  • O valor específico de uma recomendação pode ser determinado medindo a diferença de preço que o consumidor está disposto a pagar se basear a sua decisão de compra numa partilha online. A ShareThis calculou que os consumidores estão dispostos a pagar +3140€ para uma viatura familiar, +21€ para tablets e +1€ para bens de consumo.

 

5. Creatividade Digital Gera Interacção & Notoriedade

É sabido que a qualidade e criatividade do anúncio são o factor determinante da sua eficácia. Um estudo da comScore ARS mostrou que a qualidade criativa influencia mais de metade da alteração do valor das vendas, quatro vezes mais que o plano específico de comunicação e divulgação.

A criatividade digital acrescenta as dimensões da interacção da visão, da audição e movimento – e está provado que mais interacção leva a maior eficácia das marcas.

 

6. Publicidade Digital É Mais Eficiente Que Publicidade Tradicional

Talvez não seja correcto apontar custos elevados aos meios de comunicação e divulgação em geral uma vez que existem várias formas de minimizar esse investimento pelos inúmeros canais existem, mas é uma verdade incontornável o facto de que os meios digitais são, de forma geral, uma das formas de investimento mais eficientes para divulgação.

Para além disso, permite fazer um controlo muito mais detalhado e real dos resultados efectivos de cada campanha.

 

7. Os Meios Digitais São Essenciais Para Alcançar Audiências

Em 2013, nos EUA, registou-se que o público adulto passou mais tempo a utilizar os meios digitais do que a ver TV e esta tendência continuará a aumentar.

Estima-se que este público passa 4 horas e 28 minutos por dia em frente à televisão. No que diz respeito à utilização de meios digitais, estima-se que a sua utilização chegue às 5 horas e 46 minutos por dia.

 

8. A Publicidade Digital É Ainda Mais Eficaz Do Que Sabemos

É muito provável que as ferramentas utilizadas para medir o retorno de investimento em meios de comunicação e divulgação estejam a subvalorizar os meios digitais.

Um estudo realizado pela Nielsen em colaboração com as maiores empresas de bens de consumo (Procter & Gamble, Unilever, Nestlé, Kraft Foods, Mondelez, Kimberly-Clark e Kellogg) concluiu que os modelos de marketing-mix subvalorizam os anúncios digitais.

Por exemplo, o ROI dos anúncios no Facebook são subestimados em cerca de 48% e do Google Analytics em cerca de 39%.